quinta-feira, 6 de março de 2014

"Pleasure and the Good Life: Plato, Aristotle, and the Neoplatonists", de Gerd Van Riel

Por Wagner de Souza


     Oscilando entre os dous lindes da concepção clássica do prazer, a de Platão e de Aristóteles, Gerd Van Riel faz admirável análise do hedonismo. Empós uma sucinta e penetrante digressão sobre o Epicurismo e Estoicismo, Riel faz notável contraste entre as ilações do Neo-Platonismo em Plotino e Proclo, concernentes ao problema do prazer, e o originalíssimo ponto de vista do "Comentário de Damáscio Sobre o Filebo de Platão". Riel conhece o limite definitivo ao Hedonismo Clássico, que apenas a vida do philósopho é virtuosa e, pois, apenas ella nos pode dar a última felicidade, e assim elle nos deu importante contribuição ao definitivo entendimento do assumpto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário